TOCA O TELEFONE NA CASA BRANCA

TOCA O TELEFONE NA CASA BRANCA

 

Gilberto Abrão

 

    Toca o telefone na antessala do gabinete da Secretária de Estado. O principal assessor atende.

     – Sim, senhor primeiro ministro! Imediatamente, senhor!      

     O assessor abre a porta que separa a antessala do gabinete da secretária.

     – Senhora Secretária, o telefone…

     – Agora não posso, Richie! Estou em uma conferência internacional com o Sarkozy, a Merkel e o Medvedev!

     – Mas senhora Secretária…

     – Richie! For Christ sake! Não vê que estou decidindo com outros chefes de estado como derrubar o Bashar al-Assad? Agora não posso responder a nenhum telefonema.

     A secretária estava irritada com o seu assessor.

     – Mas é da linha direta com Israel, senhora, e é o Primeiro Ministro!

     – O Benyamin Netanyahu? Oh, my God!

     A senhora Secretária larga o telefone vermelho e pega o preto.

     – Hello, Ben! Como vai você?

     – Não estou muito bem, Hillary! Estou preocupado com a inoperância e a falta de competência de vocês!

     – Mas por quê, Ben? O que foi que fizemos?

     – Não é o que vocês fizeram; é o que vocês NÃO fizeram! Combinamos que aproveitaríamos essa tal de “Primavera Árabe” para derrubar o Bashar. Gastamos uma fortuna contrabandeando armas para dentro da Síria, arregimentando uns pobres diabos a peso de ouro para matar militares sírios e criar uma cisão entre a maioria sunita e a minoria  alauíta.  Mas vocês têm se mostrado incompetentes. O homem continua lá ainda… Mais forte do que eu e você juntos!

     – Mas, Ben…

     – Para piorar as coisas, Hillary, aí está o Irã em conversações amistosas com a Arábia Saudita! Não estamos sequer tirando proveito da milenar cizânia entre sunitas e xiitas!

     – O que vocês querem que a gente faça, Ben? Devemos bombardear o Irã?

     – Não seja ingênua, Hillary! A própria Arábia Saudita pode fazer o serviço por nós! Uma guerra entre muçulmanos seria ótima para nós! E nós supriríamos os sauditas com mais armas que já estão previamente controladas para só atacar o Irã…

     Netaniahu termina a frase dando uma risadinha sinistra.

     – Como faríamos isso, Ben?

     – Nós temos o ministro Shaul Mofaz aqui. Ele é iraniano de origem, certo?

     – Certo! – Hillary respondeu rápido para mostrar que sabia das coisas.

     – O Mofaz arranjaria dois ou três judeus de origem iraniana aqui, daríamos a eles passaportes falsos iranianos, com nomes muçulmanos, tipo Ahmad, Mohamed ou Mahmoud e eles ficariam hospedados em um hotel aí. De repente, entra o FBI e prende-os como cidadãos iranianos que vieram para assassinar o embaixador da Arábia Saudita. Está feito o rolo!

     Dessa vez, foi a senhora Secretária que riu.

     – Mas nós vamos prender israelenses, Ben!

     – Só por um ou dois anos, em prisões confortáveis, of course! Daqui a um tempo vocês os soltam, sem que ninguém perceba. Além de cada um ter servido à democracia vai engordar sua conta bancária em dois milhões de dólares!

     – Genial, Ben! – gritou Hillary.

     – Cuidem para não fazer trapalhadas dessa vez! – advertiu Netaniahu – E pare de me chamar de Ben! Exijo respeito! Me chame de senhor Primeiro Ministro.

E desligou.

Gilberto Abrão

                                                      

Anúncios
| 5 Comentários

Navegação de Posts

5 opiniões sobre “TOCA O TELEFONE NA CASA BRANCA

  1. Isabel

    Gilberto…
    Parabéns pelo conto, pelo estilo rápido e dinâmico da escrita…
    E pelo enfoque que dá as questões do Oriente Médio (algo que, infelizmente, muitos fecham os olhos)!!!

    Parabéns.

  2. Patrícia

    Parabéns! Uma visão muito clara do que acontece, e de como tudo acontece, naquela região.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: